11.2.19

Vénia

São dispensáveis todos os comentadores bem falantes e os cronistas de paninhos quentes que ocupam espaço mal merecido na comunicação social. Para acordar quem dorme, esclarecer os indecisos e atrapalhar os aldrabões, basta o Ricardo Araújo Pereira. O que ele faz – e como faz – não tem preço.