10.6.16

A educação proibida

O documentário que abaixo publico tem quatro anos, talvez muitos já o conheçam. Diz que na altura em que foi lançado tornou-se viral mas temo que isso seja falso, pelo menos em Portugal, ou então o facto de eu viver a leste das redes sociais impediu-me de detetar o fenómeno.
São duas horas e vinte de reflexão sobre o sistema de ensino global. Não estou à espera que em fim de semana prolongado e soalheiro alguém vá investir tempo a ver. A minha fé de que isto interesse a alguém diminui ainda mais quando me lembro de que as preocupações de pais, professores e instituições deste país nunca incidem sobre a raiz, a pertinência e o objetivo do sistema de ensino, antes giram torno das performances nos exames, dos resultados nas pautas e do financiamento dos colégios. Acresce o cansaço de que, nesta altura no ano letivo, todos querem finalmente libertar-se, que a corrida terá sido longa e penosa para muitos.
Em todo o caso, para quem desconhece, aqui fica "A educação proibida". Estou certa de que quem vê até ao final agradece, não a mim, claro, mas a quem se dá ao trabalho de nos lembrar o que, todos os dias, somos forçados a esquecer.